segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Pastor, Lobo e ovelhas

Abram alas para as seitas e heresias.

Sirvam ovelhas porque carne de porco não convém a todos.

Em bandejas de ouro e de prata. Mordomos vestidos em pura lã e linho fino.

Os lobos entram pelas portas da frente, sentam-se nos lugares de honra. Assistem de camarote.

Começa o espetáculo!!!

Enquanto as ovelhas debandam, os pastores riem e se distraem com as piadas dos lobos!

Pobres ovelhas... Nem capim pela raiz estão comendo, antes, estão sendo alimentadas com bostas. Mastigam, ruminam, e acham bom!

De longe, o pastor chorando de rir com as graças do lobo, não consegue enxergar suas ovelhas definharem.

O lobo não está preocupado em comer as ovelhas, sabe que sozinhas elas se extinguem.

O pastor não afasta o lobo de seu rebanho, afinal, ele é apenas um gozador, um “bobão”, um ser que não representa perigo, que ainda não se alimentou de nenhuma ovelha... Além do mais, Sr Lobo entende muito bem o que é dizimar...

Só o pastor não se dá conta de que o Sr Lobo está dizimando seu rebanho.

No fim, a culpa é do irmão que disseminou fofoca. Do irmão que se rebelou. Da irmã que não vigiou. A culpa é do Sr Lobo que estava no rebanho errado... A culpa recai sobre o diabo...

Sinceramente, a culpa é do pastor!!

Do pastor que deu assento ao Lobo, com honrarias.

Do pastor que riu com o Lobo das bobagens que o Lobo contava às suas ovelhas.

Do pastor, que permitiu que suas ovelhas se alimentassem de bosta, enquanto ELE, sendo o pastor, deveria servir a Palavra de Deus.

Do pastor, que vê suas ovelhas definharem, mas estão tão agraciados com as garras do lobo, que não conseguem enxergar seu rebanho definhando, seu ministério descendo pela privada e a salvação de muitos ficando perdida pelo caminho.


Lauraine Santos

domingo, 26 de setembro de 2010

Sem lembrança

Ainda que eu pudesse te dar o mundo, de nada adiantaria, porque você não quer nada que venha de mim.

Te daria o meu melhor. O melhor do mundo. O melhor que a vida apresenta a poucos, mas você não se interessaria...

Sou uma pessoa legal.
Você é uma pessoa legal.
Nos daríamos muito bem, tenho certeza disso, mas parece que nos distanciamos demais da realidade do que somos e ficamos apenas com a imagem do que imaginamos um do outro.

Eu teria te conquistado, tenho certeza disso.
Da mesma maneira que consigo enxergar que você não é o monstro que eu pintava, você também conseguiria enxergar o quanto poderíamos ser felizes juntos... Enxergaria em mim qualidades que não imagina que existam.

Acredito que o orgulho nos afastou. Meu medo, meu orgulho, seu desinteresse, seu medo, nossas realidades diferentes... Tudo muito amplo, nada concreto, palavras perdidas entre tantos sentimentos confusos e imaturos que ficaram soltos entre nós dois. Sentimentos não ditos, sorte lançada ao acaso, felicidade silenciada pela nobre intenção de amar sem sofrer.

Eu e você, cada um num canto, tentando fingir que o outro não existe, sustentando pra sempre a dúvida do que poderia ter sido real e que hoje, não tem nenhuma lembrança!


Lauraine Santos.

sábado, 25 de setembro de 2010

Prova de vida

A que ponto cheguei... tendo que provar minha existência

Sou mulher, sou feminina..

uma coisa tem de bom
percebo q "sou boa demais pra ser verdade"
rsrs... vc nem acredita que eu existo !!


Um bm fds pra vc... Pq eu: me garanto!!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Hoje, remeto-me a esta canção

Eu e você
Não é assim tão complicado
Não é difícil perceber...

Quem de nós dois
Vai dizer que é impossível
O amor acontecer...

Se eu disser
Que já nem sinto nada
Que a estrada sem você
É mais segura
Eu sei você vai rir da minha cara
Eu já conheço o teu sorriso
Leio o teu olhar
Teu sorriso é só disfarce
O que eu já nem preciso...

Sinto dizer que amo mesmo
Tá ruim prá disfarçar
Entre nós dois
Não cabe mais nenhum segredo
Além do que já combinamos

No vão das coisas que a gente disse
Não cabe mais sermos somente amigos
E quando eu falo que eu já nem quero
A frase fica pelo avesso
Meio na contra mão
E quando finjo que esqueço
Eu não esqueci nada...

E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro...
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida

Eu procurei qualquer desculpa pra não te encarar
Pra não dizer de novo e sempre a mesma coisa
Falar só por falar
Que eu já não tô nem aí pra essa conversa
Que a história de nós dois não me interessa...
Se eu tento esconder meias verdades
Você conhece o meu sorriso
Lê o meu olhar
Meu sorriso é só disfarce
O que eu já nem preciso...

E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro...
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Mão no Arado - Logos

*Meu comentário antes da letra é : Não olhe pra trás...

"Quem tem posto a mão no arado, não pode, mas olhar pra trás!
Pois, quem no arado
Poe a mão, trabalho certo e perto, tem serviço e profissão.
Quem tem posto a mão no arado, não pode, mas olhar pra trás!
Pois, quem no arado Poe a mão, trabalho certo e perto, tem serviço e profissão.
Lança a semente, espalha pelo chão. Planta em tua terra.
Faz do teu trabalho tua guerra.
Quem em cristo Põe a vida não pode, mais olhar pra trás.
Pois, quem ao mestre deu a mão, trabalho certo e perto, tem serviço e profissão.
Prega a palavra ensina ao teu redor. Mostra em tua vida.
Faz das boas novas tua lida.
Quem tem posto...
Profissão
Quem tem posto a mão no arado não pode, mas olhar pra trás!
Quem em cristo põe a vida..."

Expressão de louvor - Logos


Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato molhado, anunciando o cuidado, o cuidado, o cuidado, Huum.

Sob o brilho intenso como espelho a reluzir.
desvendando o mais profundo abismo.
minha alma, tua alma, nossa alma

Dentro do meu peito bate forte um coração (bate um coração) de minha boca salta uma voz, como expressão (expressão de louvor)
Dentro do meu peito bate forte um coração (bate um coração)

Músicas altamente significantes pra mim

Situações - Grupo Logos
Situações nesta vida me fazem sentir, que não sou forte a ponto de até resistir
Nestes terríveis momentos os maus pensamentos me querem levar
A um extremo de vida, que meu equilíbrio se deixa enganar
Instantes que se prolongam tentando mudar, tudo que já se fez novo, pois Cristo mudou
Tentando hoje trazer, o que eu tento esquecer, sou vencedor e ninguém poderá me deter
Pois eu sei que jamais eu provado serei além do que eu possa suportar se ainda eu cair e pensar que é o fim, Jesus me ergue e segue junto a mim
Jesus me ergue e segue sim, Jesus me ergue e segue sim, Jesus me ergue e segue junto a mim


***

Há momentos - Kadoshi
"Há momentos que, na vida, pensamos em olhar atrás, É preciso pedir ajuda para poder continuar.
E clamamos o nome de Jesus (2x)
E clamamos o nome, o nome de Jesus,
Ele nos ajuda a carregar a cruz.


quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Meu não

Talvez consiga te encarar quando eu amadurecer.
Por enquanto, até tento fingir que não te vi, mas não consigo disfarçar;
Tento fingir que estou sendo indiferente, mas acabo exagerando na dose e deixando claro o quanto quero que você me perceba passeando pela calçada.

Eu planejo o que fazer, mas na hora, sai tudo errado! Não consigo disfarçar, não consigo esconder o quanto ainda sofro por essa frustração. Quero não mais alimentar esse sentimento que você me desperta, só que é involuntário. Quando percebo, já estou novamente pensando no que dizer, no como olhar, em como me comportar...

Te vejo por alguns segundos, desvio o olhar. Evito reações. A falta de reação demonstra o quanto quero não reagir. Você é indiferente, aliás, também finge não ter me visto, porque realmente não quer me ver... é indiferente pra você a minha presença.

E esse pequeno episódio é suficiente para me fazer pensar e repensar o que fazer pra te chamar atenção. Fico confusa. Uma hora, insisto em fazer algo pra te chamar a atenção; no momento seguinte, me convenço de que devo te esquecer; sem me dar conta, penso em como agir naturalmente perto de você, ou seja, o tempo todo estou criando estratégias ao seu redor.

Não quero mais isso.
Não quero mais você.
Não quero mais te querer.
Não quero te esquecer.
Não quero mais não te ter.
Não quero continuar com esse NÃO gritando o tamanho da minha covardia.

Quero apenas meu eu de volta - antes de te conhecer.


Lauraine Santos

sábado, 11 de setembro de 2010

Mentiras

"É só uma paixão maluca!" - Eu tento me convencer.

"Uma hora vai passar!" - Eu minto pra mim mesma.

"Tenho certeza de que é só uma cisma!" - Eu finjo que acredito...

Mesmo sabendo da intensidade do meu sentimento, do espaço que você ocupa em minha mente, do sofrimento que te amar me causa... mesmo sabendo que declarar meu amor seria inútil, pois seu que você não olha pra mim, ainda assim... te amo sem querermos.

Enquanto não acaba o sofrimento, eu tento me enganar e disfarçar, pra você não perceber que eu ainda penso em você.

Tento disfarçar pra você não perceber que é paranóia... E tento acreditar que nada está acontecendo.

Ainda que seja mentira, vou acreditar.

Lauraine Santos.

A criação é um processo solitário

Algumas ilusões ainda me perturbam,

Ainda me fazem perder o sono sonhando com você.

Ainda me pergunto até onde eu iria por você, pra tentar te conquistar, por mim.

Não sei até onde eu estava disposta a ir, mas tenho certeza de que estava me preparando pra ir longe, pra ir ao fundo do poço se fosse necessário.

Cometi os atos mais infantis tentando ser uma mulher madura.

Apaixone-me por você como uma criança se apaixona por um bichinho de estimação.

Acreditei no que não existia tentando fazer acontecer.

Idealizei você. Vesti seu corpo com minhas fantasias.

Criei em você um ser para amar. Mas você não era, não é, e nunca será minha imaginação.

Seu corpo jamais estará à minha disposição, e seu modo de ser nunca completará minha idealização.

Idealizei, criei você, mas em todo tempo, amei somente a mim mesma e alimentei somente aos meus pensamentos.

Quis vestir-me com teus braços, mas teus abraços me foram negados.

Quis amar-te com a minha alma, mas só o que existia eram as minhas idéias, você, na verdade, era um ser totalmente a parte.

Quis te dar a minha vida, mas você não existia de verdade, era apenas a minha imaginação.

Tentei dar o meu melhor, mas o que é inexistente, não recebe nada de ninguém... Por melhor que esse melhor seja!

Só quero saber por que você ainda me perturba.

Por que não sai de vez da minha vida, do meu pensamento, do meu sentimento... ?

Ensaio como reagir naturalmente quando estiver perto de você, mas na hora, sai tudo diferente. Minhas mãos tremem, meu rosto queima, meus pés ficam gelados, e eu fico parada como se fosse uma estátua humana tentando te chamar a atenção.

Ensaio o que dizer e o que não dizer.

Idealizo nosso diálogo, nossa aproximação, e quando caio na real, idealizo o fim do nosso relacionamento.

Percebo o quanto a idealização é um processo solitário. Volto a mim, e me deixo afundar novamente na poltrona da ilusão.


Lauraine Santos

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Lenine, Djavan, , Chico Buarque, Caetano, Gil.
Arnaldo Antunes, Zeca Baleiro, Oswaldo Montenegro, Herbet Vianna, Raul Seixas.
E meu coração vai a mil.
Sem contar o parceiro do Lulu Santos, que fazem minha alma suspirar, delirar, enlouquecer, pirar, pairar sobre as águas da ilusão.

Sensação. Mestres da ilusão. Música ou literatura? Me pergunto então!
Dor que distrai a solidão.
Poesia que encanta e disfarça de inteligência todo sofrer.

Expressões... Sempre as expressões... Em letras talvez mais difíceis que em gestos ou atitudes.
Em sons então... prefiro nem pensar. Apenas sentir me satisfaz e engana meu corrosivo existir.

Lauraine Santos.