sábado, 21 de março de 2009

01/07/2004 - faz é tempo!!!

Entendi o seu recado, não precisa insistir em expor suas idéias, já me convenci que não sou pra você. Confesso que não gostei, mas, se ser submissa a você é minha única saída: assim seja!
Detestei ter ouvido a verdade, me sinto mal por ter confundido as coisas e estarmos nesta situação. Estou me sentindo culpada, além de triste e angustiada.
Você tem razão, existem pessoas que não estão preparadas para ver, e eu não estava pronta para encarar que não pertençõ ao seu mundo e que jamais pertencerei.
Você teve sua parcela de culpa, mas admito que o erro maior foi meu de ter dado asas a minha imaginação, de ter deixado chegar aonde estamos e de tudo o mais que se possa imaginar relacionado a esse assunto.
Sinto-me culpada de ter ne permitido chegar a tal ridículo ponto de confundir sonho com realidade.

Um comentário:

kely queiroz disse...

(...)entendo muitas coisas nesse texto. Cai no abismo do Depois Dos Vinte e percebo que há um enorme espaço entre sonho e realidade. Esse espaço representa o amadurecimento...